HOME

5 Benefícios da Conectividade

A forma de rodar pelas rodovias vem mudando com o tempo. Inúmeras inovações já chegaram para facilitar a vida dos motoristas e gestores de frotas, proporcionando maior controle, eficiência e rentabilidade do negócio. Exemplo disso é a conectividade, tecnologia capaz de realizar a transmissão online dos dados operacionais dos veículos ao operador utilizando diversas plataformas: portais, aplicativos e relatórios periódicos.
Acompanhe o artigo e entenda como essa nova realidade pode ajudar na sua operação.

Planejamento de serviços mais preciso

Saber exatamente quando realizar a manutenção possibilita que você tenha maior produtividade e disponibilidade do veículo ao programar as operações diárias. A partir de atualizações online, você acessa em tempo real a quilometragem do veículo e, assim, planeja as paradas com maior previsibilidade. A conectividade também permite que seu concessionário esteja em contato com as informações da frota, podendo efetuar agendamentos ativos das revisões já sabendo quais e quantas peças serão necessárias para o serviço. Dessa forma, os atendimentos são mais eficientes e minimizam o tempo do veículo parado na manutenção.

Melhor desempenho dos motoristas

A conectividade também atua na melhoria do desempenho do motorista, pois coleta e fornece mais do que dados: a tecnologia faz uma análise completa do comportamento ao volante. Com as tecnologias específicas, é possível obter dados da condução e, a partir daí, propor sugestões para o aperfeiçoamento do estilo de condução, proporcionando redução nos custos por quilômetro rodado e maior disponibilidade do veículo.

Facilidade na gestão de frotas

Ao manter sua frota conectada, é possível obter um relatório com diversos parâmetros importantes para a gestão de frotas, como por exemplo: consumo de combustível, marcha lenta, freadas bruscas e excesso de velocidade.
Esses indicadores colaboram, principalmente, para que você possa acompanhar e comparar os resultados com um período anterior equivalente e tomar ações para o aperfeiçoamento do estilo de condução dos motoristas.

Eficiência no atendimento 24 horas

Qualquer problema no veículo durante o transporte significa menor rentabilidade. Mas, situações como essa têm seus efeitos minimizados quando a frota está conectada, uma vez que o concessionário já identifica o desvio e informa qual a melhor atitude a ser tomada. Ou seja, você será informado como esse desvio impacta no seu negócio e se você pode seguir viagem e realizar o checklist e reparo quando o veículo estiver disponível ou se é necessário um atendimento emergencial.
Caso realmente necessite de um atendimento emergencial, a concessionária terá em mãos o diagnóstico completo antes de enviar o técnico ao local para efetuar a manutenção, tornando esse procedimento mais rápido e assertivo.

Análise dos dados do veículo em tempo real

Prevenir possíveis falhas também é uma maneira bastante eficiente de evitar gastos que prejudicam a lucratividade da sua frota. Isso se torna possível com a conectividade, uma vez que,através da análise dos dados do veículo em tempo real, é possível corrigir hábitos inadequados durante a condução que poderiam gerar problemas ou diminuição da vida útil dos componentes.

Reduzir os imprevistos e aumentar o planejamento são as grandes vantagens de ter sua frota conectada. Com certeza, contar com soluções tecnológicas que contribuem para sua gestão faz toda a diferença. 

Fonte: http://transporteeconomico.com.br/frota-conectada/

Compartilhar:

A Lenda da Banguela: Mito ou Verdade?

Economia é um dos principais objetivos dos frotistas e motoristas de caminhão. Porém, na busca pela redução de custos, é preciso ficar atento para não cair em armadilhas. A popular prática de “andar na banguela” é uma daquelas histórias contadas tantas vezes, que é comum as pessoas não se perguntarem se realmente é verdade. Então, chegou a hora de desvendar essa lenda antiga e entender porque isso é um mito!

O barato sai caro

Quem faz uso dessa artimanha para economizar combustível, na verdade, está gastando mais. No caso de veículos mais antigos, andar em ponto morto e retirar a aceleração fazia com que o veículo entrasse em marcha lenta, diminuindo o lançamento de combustível na câmara. No entanto, com a chegada da injeção eletrônica ao sistema do motor, “andar na banguela” não tem mais esse efeito. Pelo contrário: andar sem tração em trechos de descida usa ainda mais combustível no momento da reaceleração.

Freios sobrecarregados

A redução de gastos também está relacionada à manutenção, reposição de peças e garantia da integridade dos motoristas. Quando o veículo não está engrenado, o sistema de frenagem fica sobrecarregado, já que perde a ajuda do motor como uma forma de “segurá-lo”. O desgaste, que gera superaquecimento, pode provocar defeito no desempenho, demandando consertos e causando situações mais graves nas rodovias.

Problemas a longo prazo

O funcionamento de todos os sistemas do veículo devem estar totalmente perfeitos para que não aconteçam danos físicos e materiais. Ao fazer uso constante do estado de ponto morto, a lubrificação da caixa de marchas é comprometida, podendo causar prejuízos ainda maiores.

Segurança em risco

É claro que pensar no bolso é importante, mas segurança deve vir sempre em primeiro lugar. Especialmente nas curvas, “andar na banguela” é muito arriscado, uma vez que o veículo está sem nenhum tipo de engrenagem e sem o freio exercido pelo próprio motor. Com isso, as chances de acidentes aumentam – e muito.

Infração de trânsito

Além de todos os problemas listados acima, andar com o veículo desligado ou desengrenado em declive resulta em infração média, com quatro pontos na carteira, e multa de R$130,16, segundo o item IX do artigo 231 do Código de Trânsito Brasileiro.

Seguir as leis de trânsito faz parte da boa conduta de toda empresa de transporte e todo motorista responsável.

Agora que você já sabe que a tática da banguela não reduz o consumo de combustível e ainda pode trazer muitas outras dores de cabeça, o melhor é encontrar diferentes formas de diminuir os gastos e seguir a jornada respeitando as regras de trânsito. Nesse post, nós especificamos 5 dicas para economizar combustível.

Fonte: http://transporteeconomico.com.br/lenda-economizar-combustivel/

Compartilhar: